Cultura

Documentário “A Tribo do Reggae” resgata memórias do Reggae Maranhense

Lançamento ocorre dia 14 no Festival Guarnicê de Cinema.

SÃO LUÍS – O ano era 1987 e iniciava na Escola de Cegos do Maranhão com um encontro inesperado entre alunos deficientes visuais e um radialista paulista, apaixonado por reggae roots. Quem conta essa história e muitas outras será o documentário “A Tribo do Reggae”, com direção de Beto Matuck, que será lançado no próximo dia 14, no Festival Guarnicê de Cinema do Teatro Alcione Nazaré.

“Foi um grande presente pra mim fazer parte da produção desse documentário. O processo de criação durou 9 meses, e partiu de uma conversa minha, do produtor Tarcísio Selektah e do Fausy, que já tinha um sonho de documentar a história da Tribo de Jah fazendo um recorte com a história do reggae maranhense”, contou Matuck.

O filme tenta mostrar de forma poética de como São Luís se transformou na Capital do Reggae, resgatando memórias e levando ao público referências e grandes nomes de percursores desse ritmo no Estado.

“Os fãs podem esperar muita música e muitas “pedras”, como o maranhense já conhece. O filme é afetuoso e com certeza vai bater no coração dos maranhenses e dos amantes do reggae tanto no Brasil quanto no mundo”, finalizou Matuck.

O documentário que iniciou com o show em comemoração aos 30 anos da banda em setembro do ano passado, integra um projeto cultural, com patrocínio da CEMAR, através da Lei de Incentivo à Cultura, produção da Guarnicê Produções e realização de Jah System Produções.

 

 

MA10

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar