MaranhãoNotícias

Estuprador é preso após cometer crimes em série em Ceilândia

O criminoso, de 38 anos, abordava as vítimas, mulheres, sempre às quintas-feiras, na região do Incra 9. Ele já havia sido condenado anteriormente a 29 anos de prisão pelos mesmos crimes

Um homem de 38 anos foi preso preventivamente, nesta quinta-feira (9/8), acusado de estuprar e roubar mulheres na região do Incra 9, em Ceilândia. Agentes da 24ª Delegacia de Polícia (Setor O) chegaram até Francisco Alexandre Lourenço após meses de investigação. Ele já foi condenado a 29 anos de prisão pelos mesmos crimes e estava no regime semi-aberto.

Durante a apuração dos casos de estupro e roubo, policiais concluíram que Francisco sempre buscava vítimas que estivessem sozinhas. Os três ataques ocorreram em três quintas-feiras: 14 de junho, 12 de julho e 2 de agosto, por volta das 8h.
Após violentar as mulheres, o acusado levava os celulares delas. Em um dos casos, chegou a utilizar um desses aparelhos, cadastrando um novo chip no nome dele. Com a quebra do sigilo telefônico e o Imei do celular, os agentes chegaram até o suspeito.
“Por conta do regime de prisão, sob responsabilidade da penitenciária de Águas Lindas, ele comparecia às terças, quintas e aos sábados para assinar um termo e continuar no benefício. Nessas idas, ele aproveitava para cometer os crimes”, explica o delegado Ricardo Viana, chefe da 24ª DP. O mandado de prisão preventiva foi expedido na tarde desta quinta-feira pela Justiça.
O acusado utilizava o carro dele, um Corsa prata, parava diante de uma parada de ônibus e pedia informação, para avaliar as vítimas. Depois, saía, escondia o veículo e voltava a pé. Com uma faca, ameaçava as vítimas e as violentava atrás do abrigo, às margens da BR-070.
Francisco cumpriu sete anos no regime fechado pelos mesmos delitos. Na última prisão, todas as vítimas o reconheceram como o autor dos crimes.
Correio Braziliense
Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar