EsporteNotícias

No Maracanã cheio, Fluminense vence por 2 a 0 e avança na Sul-Americana

O Fluminense cumpriu o que dele se esperava. Sem sustos e passando longe de problemas diante de um adversário mais fraco, o tricolor confirmou a classificação às quartas de final da Sul-Americana ao vencer o Deportivo Cuenca por 2 a 0, gols de Digão e Richard, artilheiros improváveis. Foi uma recompensa diante do melhor público nos jogos com mando do tricolor no Maracanã em 2018: 36.902 pagantes. Na próxima fase, o adversário do Flu será o Nacional, do Uruguai.

Em termos de volume de jogo, não é absurdo dizer que o desempenho tricolor foi melhor na altitude de Quito, no jogo de ida, quando venceu por 2 a 0. Mas compreende-se uma atuação mais consciente e menos desesperada diante da falta de obrigatoriedade de fazer gol a todo custo.

força do lado esquerdo foi mais necessária porque o lateral-direito Léo, mais tímido que o colega canhoto, saiu do jogo com uma lesão muscular na coxa esquerda. Aí houve a improvisação de Mateus Norton.

Do outro lado, um Deportivo Cuenca, no máximo, esforçado não conseguiu trazer muitos problemas ao goleiro Júlio Cesar.

Na fase defensiva, o time equatoriano ainda deu muitos espaços, mesmo em jogadas de bola parada. Foi em uma dessas situações que o zagueiro Digão aproveitou para abrir o placar. A bola cruzada por Sornoza passou pela área sem muita altura. Na sobra do desvio de Gum, o zagueiro fez 1 a0. É preciso ressaltar que Digão estava um pouco à frente do marcador, e, portanto, em impedimento. Lance difícil.

Extra
Mostre mais

Artigos relacionados