EsporteNotíciasPolícia

Revelado na base do Cruzeiro e com passagens por Botafogo e São Paulo, jogador Daniel Corrêa é encontrado morto no Paraná

Jogador foi localizado em mata com ferimentos causados por arma branca

Revelado nas categorias de base do Cruzeiro, o jogador de futebol Daniel Corrêa Freitas, de 24 anos, foi encontrado morto na tarde de sábado, em uma mata próxima a São José dos Pinhais, cidade paranaense situada a sete quilômetros da capital Curitiba. O corpo do meio-campista estava nu e com ferimentos profundos na cabeça e no pescoço causados por arma branca, o que configura em homicídio.

Até o momento, não há informações a respeito da autoria do crime e nem se o assassinato do jogador ocorreu no local. A Polícia Militar isolou a área até a chegada da equipe de criminalística. A princípio, as investigações sobre o caso ficarão a cargo do Distrito Policial de São José dos Pinhais.

Reprodução
Corpo de Daniel deu entrada no Instituto Médico Legal de Curitiba às 14h do último sábado (27/10)
Natural de Juiz de Fora e criado em Conselheiro Lafaiete, Daniel jogou por cinco anos na base do Cruzeiro. Em 2013, ainda com idade júnior, transferiu-se para o Botafogo. Com a camisa alvinegra, ele alcançou o ápice profissional ao marcar cinco gols em 13 partidas no Campeonato Brasileiro de 2014. Sua melhor apresentação foi na vitória por 6 a 0 sobre o Criciúma, no Maracanã, pela quarta rodada.
Apesar de ter demonstrado talento e surgido até mesmo como possível reforço do América, Daniel conviveu com inúmeras lesões e não conseguiu sequência por outros clubes. Ele realizou apenas 16 jogos com a camisa do São Paulo, seis pelo Coritiba e 10 a serviço da Ponte Preta. Contratado pelo São Bento-SP em junho, o armador esteve em campo por duas vezes, ambas na condição de suplente.
Na noite desse domingo, ao tomarem conhecimento do caso, os departamentos de comunicação de Botafogo, Ponte Preta, São Paulo e Coritiba emitiram nas redes sociais notas de pesar pela morte do jogador.
df.superesporte
Mostre mais