EsporteNotícias

Atacantes do Cruzeiro terminam 2018 com pior índice de gols dos últimos 15 anos

Jogadores de frente foram responsáveis por 35,86% dos tentos da equipe

Os atacantes do Cruzeiro terminaram a temporada 2018 com o pior índice da posição dos últimos 15 anos. Dos 92 gols marcados pela equipe no ano, 33 foram de atletas dessa função. O percentual é de apenas 35,86%.

Até então, a participação mais baixa havia sido registrada em 2014: 40,4%. Há de se ressaltar que naquele ano o time atingiu a expressiva marca de 141 gols, dos quais 57 saíram dos pés dos homens de frente.

Em 2018, o jogador de ataque do elenco cruzeirense que mais balançou a rede foi Raniel: 9. Completaram a lista Rafael Sobis, 8; Sassá, 7; Fred, 4; Barcos, 3; David, 1; e Rafael Marques (negociado com o Sport no decorrer da temporada), 1.

Para o assistente Sidnei Lobo, que substituiu o técnico Mano Menezes nas quatro últimas rodadas do Brasileiro, os números abaixo do esperado podem ser explicados pelo rodízio adotado pela comissão nas ocasiões em que o clube conciliava as atenções entre a elite nacional e os torneios de mata-mata (Copa Libertadores e Copa do Brasil).

“Nós rodamos muito no Campeonato Brasileiro. Se analisar, jogamos um campeonato paralelo à Copa do Brasil e à Libertadores. Foi tudo simultâneo. E você tem que estar rodando. É difícil. Não fiz o levantamento ainda, mas, este ano, jogamos muitos jogos no Brasileiro com time alternativo, com atletas que não eram titulares na Copa do Brasil e na Libertadores. Isso é um indício. Quando você não tem um padrão, não tem uma sequência, acaba sofrendo. Já foca em uma outra competição”.

Ainda assim, Sidnei reconhece a necessidade de evolução em 2019. “Com certeza nós temos que melhorar. Vamos estar com foco maior ainda nesse quesito. É o mais importante, né?! Colocar a bola na casinha”.

Os meias Thiago Neves e Arrascaeta, com 15 gols cada, dividiram a artilharia do Cruzeiro em 2018. Curiosamente, eles lideraram esse quesito nos dois anos anteriores. Em 2016, o uruguaio anotou 14 tentos. Já em 2017, TN30 contabilizou 17.

Contratado para ser a referência no ataque celeste, Fred teve a sequência na equipe prejudicada por causa de lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito. O problema o afastou dos gramados por seis meses, entre março e setembro. Em função dessa longa pausa, ele fez somente 15 partidas em 2018, com quatro gols marcados.

Atacantes que marcaram pelo Cruzeiro em 2018
Raniel – 9 gols (55 jogos)
Rafael Sobis – 8 gols (40 jogos)
Sassá – 7 gols (27 jogos)
Fred – 4 gols (15 jogos)
Barcos – 3 gols (24 jogos)
David – 1 gol (23 jogos)
Rafael Marques – 1 gol (4 jogos)
Total: 33 gols em 92 (35,86%)
Participações dos atacantes em gols do Cruzeiro nos últimos 15 anos
2003 – 179 gols (73 jogos)
Aristizábal – 28
Deivid – 28
Mota – 25
Márcio Nobre – 6
Marcelo Ramos – 4
Alex Alves – 1
Diego – 1
Jussiê – 1
Total – 94
Gols de atacantes: 52,5%
2004 – 137 gols (76 jogos)
Jussiê – 21
Fred – 16
Guilherme – 14
Dudu – 8
Lima – 7
Tapia – 4
Schwenck – 2
Total – 72
Gols de atacantes: 52,5%
2005 – 141 gols (72 jogos)
Fred – 40
Alecsandro – 11
Diego – 10
Weldon – 7
Lopes – 2
Jean – 2
Adriano Louzada – 1
Daniel Morais – 1
Tadeu – 1
Total – 75
Gols de atacantes: 53,2%
2006 – 93 gols (63 jogos)
Giovane Élber – 18
Alecsandro – 9
Gil – 8
Diego – 6
Carlinhos Bala – 3
Ferreira – 2
Araújo – 2
Total – 48
Gols de atacantes: 51,6%
2007 – 115 gols (61 jogos)
Araújo – 17
Guilherme – 13
Roni – 12
Alecsandro – 10
Marcelo Moreno – 6
Nenê – 6
Rômulo – 4
Total – 68
Gols de atacantes: 59,1%
2008 – 115 gols (64 jogos)
Guilherme – 23
Marcelo Moreno – 15
Thiago Ribeiro – 3
Marcel – 3
Weldon – 2
Rômulo – 1
Wanderley – 1
Fabinho – 1
Reinaldo Alagoano – 1
Jonathas – 1
Total – 51
Gols de atacantes: 44,3%
2009 – 141 gols (72 jogos)
Wellington Paulista – 26
Kléber – 24
Thiago Ribeiro – 10
Soares – 6
Guerrón – 3
Wanderley – 3
Eliandro – 2
Zé Carlos – 2
Alessandro – 1

Total – 77

Gols de atacantes: 54,6%
2010 – 121 gols (68 jogos)
Thiago Ribeiro – 23
Wellington Paulista – 16
Kléber – 14
Farías – 3
Robert – 3
Wallyson – 3
Guerrón – 2
Anderson Lessa – 2
Kieza – 2
Eliandro – 1
Total – 69
Gols de atacantes: 57%
2011 – 118 gols (62 jogos)
Wallyson – 17
Thiago Ribeiro – 13
Anselmo Ramon – 10
Farías – 5
Ortigoza – 5
Wellington Paulista – 5
Dudu – 3
André Dias – 2
Bobô – 1
Keirrison – 1
Total – 62
Gols de atacantes: 52,5%
2012 – 93 gols (58 jogos)
Wellington Paulista – 28
Anselmo Ramon – 13
Wallyson – 7
Borges – 7
Martinuccio – 4
Walter – 3
Elber – 2
Bobô – 1
Total – 65
Gols de atacantes: 69,8%
2013 – 142 gols (63 jogos)
Borges – 19
Dagoberto – 14
Vinícius Araújo – 11
Willian – 8
Luan – 6
Anselmo Ramon – 3
Elber – 3
Lucca – 2
Martinuccio – 1
Total – 67
Gols de atacantes: 47,1%
2014 – 141 gols (76 jogos)
Marcelo Moreno – 24
Willian – 12
Dagoberto – 9
Alisson – 5
Marquinhos – 4
Borges – 2
Hugo Ragelli – 1
Total – 57
Gols de atacantes: 40,4%
2015 – 83 gols (65 jogos)
Leandro Damião – 18
Willian – 13
Marquinhos – 6
Alisson – 5
Vinícius Araújo – 3
Joel – 3
Judivan – 2
Marinho – 1
Henrique Dourado – 1
Neílton – 1
Total – 53
Gols de atacantes: 63,8%
2016 – 94 gols (66 jogos)
Ábila – 12
Alisson – 8
Willian – 7
Rafael Silva – 6
Rafael Sobis – 4
Elber – 4
Douglas Coutinho – 4
Allano – 2
Riascos – 1
Total – 48
Gols de atacantes: 51%
2017 – 112 gols (75 jogos)
Rafael Sobis – 16
Ábila – 14
Sassá – 7
Alisson – 5
Raniel – 4
Elber – 2
Rafael Marques – 1
Total – 49
Gols de atacantes: 43,75%
2018 – 30 gols (21 jogos)
Raniel – 3
Rafael Sobis – 3
Rafael Marques – 1
Fred – 1
Total – 8
Gols de atacantes: 26,6%
Por:Df.superesportes
Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar