MaranhãoNotícias

Mãe de criança atropelada ao descer de ônibus escolar cobra providências

Pais de alunos denunciam condições de ônibus escolares que circulam no Residencial Nova Terra, em São José de Ribamar. Nesta semana, uma menina de 7 anos foi atropelada por uma van ao descer de um coletivo sem monitor.

O jornalismo da TV Difusora teve acesso a vídeos que mostram ônibus escolares superlotados, com estudantes fazendo o trajeto em pé dentro do coletivo com mais pessoas do que o permitido. A revolta de moradores é maior devido o atropelamento da menina Gabriele Sofia, de 7 anos, no Residencial Nova Terra, em São José de Ribamar. A menina continua hospitalizada, ela teve fratura nas duas pernas e já passou por quatro cirurgias. Na comunidade, os moradores temem que novos acidentes aconteçam.

A condição de alguns ônibus que fazem o serviço de transporte escolar do município também está longe do ideal: para-brisa trincado, farol quebrado, banco sem encosto. Na manhã desta quinta-feira (07), uma comissão de moradores do residencial esteve reunida com representantes da prefeitura de São José de Ribamar. A mãe de Gabriele Sofia, também participou da reunião e cobrou do município apoio para a situação da filha.

“A prefeitura não está fazendo nada, vocês abrem nota dizendo que estão fazendo isso e aquilo… Não está! Se a minha família está recebendo recurso é da minha família e amigos aqui no Nova Terra. Tem criança que bota a cabeça pro lado de fora, braço pro lado de fora. Cadê, gente? E se passasse outro ônibus e arrancasse o braço de outra criança? Hoje foi com minha filha, mas amanhã pode ser com o filho de outra pessoa”, disse a estudante Fernanda Oliveira, mãe de Gabriele.

Durante a reunião, representantes da prefeitura disseram que irão dar suporte à família e que sabem do desespero da família.

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar