MaranhãoNotíciasPolítica

Flávio Dino sai em defesa do Papa Francisco contra Steve Bannon

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), fez declarações de apoio ao Papa Francisco, que classificado como "inimigo" pelo influenciador do governo de Jair Bolsonaro, Steve Bannon.

247- “Um tal Steve Bannon, que posa de guru de meia dúzia de delirantes, atacou o Papa Francisco, um dos maiores líderes religiosos e humanistas desse nosso tempo. Espero que o Papa Francisco prossiga por muitos anos com suas palavras em favor dos mais pobres e da justiça social”, disse Dino pelo Twitter.

Segundo o jornal The Guardian, Steve Bannon declarou ao ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, que o Papa Francisco “é o inimigo” e deve ser atacado.

O ex-estrategista chefe de Donald Trump, mentor do bolsonarismo, aconselhou o ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, a atacar o Papa Francisco sobre a questão da migração, segundo fontes próximas à extrema direita italiana.

“Bannon aconselhou o próprio Salvini que o papa atual é uma espécie de inimigo. Ele sugeriu, com certeza, atacar frontalmente “, disse o jornal inglês The Guardian, citando declaração de um representante Liga Anti-imigração da Itália.

Guardian resgata uma reunião entre Steve Bannon e Matteo Salvini em 2016, em Washington. Depois disso, Salvini começou a atacar mais duramente o Papa Francisco.

Bannon, em entrevista à NBC e à Source Material, que será transmitida às 21h do horário de Brasília nos EUA no domingo, critica as advertências do papa sobre os movimentos populistas ressurgentes. “Você pode ir ao redor da Europa e é [o populismo] pegando fogo e o papa está completamente errado”, disse Bannon.

Com o mais recente ataque de Bannon ao Papa, como ficam os cristãos da família brasileira que apoiaram Bolsonaro?

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar