NotíciasPolícia

Doméstica morre com pepino na vagina, e patrão é indiciado por homicídio

A empregada doméstica filipina Constancia Layo Dayag, de 47 anos, foi encontrada morta na residência em que trabalhava, no Kuwait, com um pepino inserido na vagina. A polícia prendeu o patrão, identificado pelas iniciais B.M.I.H., e o indiciou por homicídio, de acordo com o “Business Mirror”.

Silvestre H. Bello, ministro do Trabalho das Filipinas, disse que o vegetal foi inserido com tanta força que provocou uma hemorragia fatal na empregada doméstica. A autoridade prometeu lutar por justiça.

A morte de Constancia é mais um episódio de violência contra empregados filipinos no país do Oriente Médio. A relação entre os governos de Kuwait e Filipinas vive um momento de grande tensão.

Um dos casos de maior repercussão foi o de Joanna Demafelis, de 29 anos. O corpo dela foi achado em freezer na casa dos patrões um ano após ser dada como desaparecida.

Filipinos respondem por grande parte da mão de obra em residências e na construção civilem vários países do Oriente Médio, como Kuwait, Bahrein e Emirados Árabes Unidos.

Fonte:Extra

Mostre mais