NotíciasPolícia

Menino de 9 anos que dormiu em árvore após crime em casa viu pai ser morto e mãe ser estuprada, diz polícia

O menino indígena de 9 anos que dormiu em cima de uma árvore, na aldeia Bororó, em Dourados, a 214 quilômetros de Campo Grande, viu o pai ser morto, a mãe ser estuprada e saiu de casa ao ver que ela também seria esfaqueada. O caso aconteceu na madrugada de sexta-feira (7) e dois homens estão presos.

De acordo com o delegado de Polícia Civil, Rodolfo Daltro, inicialmente, em estado de que choque, a criança falou pouco sobre o caso e disse que não havia visto os crimes. No entanto, com o decorrer das investigações, contou sobre o que viu.

Os corpos das vítimas, Osvaldo Ferreira, de 38 anos, e Rosilene Rosa Pedro, de 33, foram encontrados pela polícia após o menino contar à professora dele o que havia acontecido em casa, na madrugada.

Conforme a polícia, Rosilene e Osvaldo estavam com mãos e pés amarrados e foram esfaqueados. Ela ainda estava com as roupas íntimas abaixada, ao lado da cama.

Os suspeitos do crime foram presos na manhã de sábado (08), com o apoio de lideranças indígenas. Um deles contou que planejou matar o casal porque Osvaldo havia visto ele matar outra pessoa dias antes. Ele então chamou o outro envolvido e ambos então decidiram estuprar Rosilene e depois matá-la.

Segundo o delegado, os presos disseram “friamente” que caso o filho das vítimas não tivesse saído de casa, “iriam ver o que fazer com ele”. As facas usadas por eles foram apreendidas.

Os dois presos foram autuados por duplo homicídio qualificado e por estupro. O homem que havia cometido outro assassinato dias antes também foi indiciado por esse crime.

Fonte:G1

Mostre mais