MaranhãoNotícias

Manifestantes bloqueiam rodovia federal em São Luís nesta sexta-feira

O trânsito foi obstruído na Avenida dos Portugueses por volta das 5h desta sexta-feira (14) na altura da Barragem do Bacanga, que é um ‘braço’ da BR-135. As pessoas desciam dos veículos e seguiam a pé por conta do bloqueio feito pelos manifestantes. Fogo foi ateado em uma barreira física montada à base de pneus e entulhos.

Outro bloqueio na manhã desta sexta-feira (14) foi no km 2 da BR-135, próximo a Vila Itamar. A Polícia Militar acompanha a manifestação com viaturas próximas as concentrações.

Os manifestantes utilizam carro de som e empunham bandeiras de centrais sindicais. A reclamação principal é contra o a reforma da previdência.

Por volta de 7h15, com um engarrafamento quilométrico, os manifestantes resolveram liberar parcialmente as vias de forma alternada, na Avenida dos Portugueses. Primeiro, os carros que estavam na fila no sentido do Anjo da Guarda foram liberados. Depois, este sentido foi bloqueado de novo, enquanto a via oposta no sentido da região central de São Luís foi liberada. O fogo que estava na barreira de pneus foi apagado para a passagem segura dos veículos.

Greve geral no Maranhão

Movimentos estudantis e sindicatos realizam nesta sexta-feira (14) uma greve geral em todo o Maranhão contra o contingenciamento de verbas para a educação e a proposta da Reforma da Previdência.

Em São Luís, desde às 5h, estudantes realizam uma manifestação na entrada da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), na área Itaqui-Bacanga.

Bancos

Por conta da greve geral, as agências bancárias de todo o estado não funcionam nesta sexta (14), segundo o Sindicato dos Bancários. Os atendimentos retornam normalmente a partir da segunda-feira (17).

Educação

Além disso, segundo a Secretaria de Educação (Seduc), as aulas em escolas estaduais foram suspensas nesta sexta, por conta da adesão ao movimento convocado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Maranhão (SINPROESEMMA). As aulas retornam normalmente a partir da segunda e uma data para a reposição das aulas será marcada e avisada aos alunos.

A Associação de Professores da Universidade Federal do Maranhão (Apruma) aderiu a greve geral que acontece nesta sexta. Por conta disso, as aulas na universidade estão suspensas.

Serviço público

O Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Maranhão (Sindsep/MA) informou que convocou todos os servidores públicos do estado a participaram na greve geral, após a realização de uma plenária nacional em Brasília.

Também aderiram ao movimento o Sindicato dos Trabalhadores da Justiça Federal do Maranhão (Sintrajufe) em reposta a contrarreforma e o desmonte do Estado nas áreas da Educação, Meio Ambiente e Segurança.

Fonte:G1 MA

Mostre mais

Artigos relacionados