Itaqui - Bacanga em destaqueNotícias

Movimentos sociais lamentam perda precoce de Elisangela Cardoso ex-presidenta da FUNAC

A perda repentina de uma grande mulher, e ativista social, mãe amiga e gestora visionária, foram algumas palavras utilizadas por vários representantes de movimentos sociais para lamentar a morte da ex-presidenta da Fundação  da Criança e do Adolescente do Maranhão (Funac), Elisangela Cardoso.
 Confira!

NOTA DE PESAR

A Direção Estadual da União Brasileira de Mulheres, vêm a público   lamentar profundamente o falecimento da professora Elisângela Cardoso, uma incansável lutadora e militante dos direitos humanos, uma referência nacional em defesa das crianças e adolescentes. Em razão da sua importante militância, exerceu diversos cargos públicos como Ex-presidente da FUNAC e Secretaria adjunta de direitos humanos do governo do estado. Sempre esteve conosco na luta incansável diária, inclusive, nos deu a honra de participar do último encontro de Mulheres Negras da UBM, compartilhando com todas sua experiência e história como mulher, preta, pobre e da periferia. Nesse momento de dor, externamos condolências aos familiares, amigos e amigas, que a força e a dedicação de Elisangela viva sempre em nosso coração! 
Elisangela, vive!
………………………………………………………………………………………..

NOTA DE PESAR

O Governo do Estado do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), lamenta profundamente o falecimento de Elisângela Cardoso, que tinha de todos os colegas do governo profundo respeito e admiração. 

Elisangela teve uma belíssima trajetória em defesa dos direitos das crianças e adolescentes no estado. Começou a construir sua história de militância na Igreja Católica, onde solidificou sua luta na defesa dos Direitos Humanos e, nos governos Jackson Lago e Flávio Dino, presidiu a Funac com coragem e responsabilidade. Atualmente, Elisângela estava à frente da Secretaria Adjunta dos Direitos da Criança e do Adolescente da Sedihpop.

Sempre com sorriso no rosto, Elisângela continuará inspirando amigos e colegas. Hoje, agradecemos os aprendizados e nos solidarizamos com a família nesse momento de perda.

…………………………………………………………………………………………………………………….

Nota de pesar 


O Partido Comunista do Brasil (PCdoB/MA) manifesta pesar pelo falecimento da companheira Elisângela Cardoso, que foi presidente da FUNAC e estava atuando como Secretária Adjunta de Direitos Humanos. Elisângela dedicou sua vida às causas do povo, com sorriso largo e grande competência trabalhou pela socioeducação de inúmeros jovens maranhenses.
Sua passagem pelas nossas vidas deixa exemplo de luta, determinação e companheirismo para esta e as próximas gerações.

Márcio Jerry 
Presidente
Susan Lucena
Secretária de Comunicação
……………………………………………………………………………………………………………………………

……………………………………………………………………………………………………………………….

Nota de Pesar

O Fórum Maranhense de Mulheres, manifesta profundo pesar e consternação com a morte prematura de Elisângela Correa Cardoso, mulher, negra e militante incansável, que dedicou sua vida ás causas sociais,  exemplo de coragem e determinação na luta em defesa das crianças e adolescentes.Seu falecimento deixa uma lacuna e nos abate, principalmente neste momento de perdas de direitos. Seu comprometimento com as causas das crianças,  adolescentes,  mulheres, negros  e com o povo sofrido da área Itaqui Bacanga e da Vila Embratel, deve ser seguido como exemplo.
Elisângela Correa Cardoso deixa saudades, mas deixa luz sobre nós. Esta luz deve alimentar nossas esperanças feministas  para que possamos superar sua  perda e vislumbrar tempos  menos sombrios.
*A Coordenação Fórum Maranhense de Mulheres *
Além dos movimentos sociais gestores também emitiram nota de pesar e muitas personalidades se manifestarem por meio de redes sociais.

A ex-presidenta da Fundação da Criança e do Adolescente do Maranhão (Funac), Elisângela Correia Cardoso, morreu nas primeiras horas do último domingo (14) em São Luís, aos 46 anos de idade, vítima de câncer. Atualmente ela era secretária-adjunta da Criança e do Adolescente. Moradora da área Itaqui-Bacanga, era uma referência na defesa das causas sociais e em especial defensora dos Direitos das Crianças e Adolescentes, participou ainda de movimentos sociais em defesa das mulheres negras, dentre eles, Mãe Andresa.

Saiba mais sobre Elisangela Cardoso!

Elisangela Cardoso deixa seu legado na defesa das causas sociais, da Criança e do Adolescente no Maranhão

Mostre mais

Artigos relacionados