EsporteNotíciasPolícia

Ex-jogador Cafu é investigado por suposta ligação com grupo criminoso

Os investigadores suspeitam de que a organização criminosa teria comprado um terreno que pertencia ao ex-jogador

A Polícia Civil do estado de São Paulo está investigando o ex-jogador Cafu, por suposta ligação com a facção criminosa PCC após a divulgação de um relatório que conteria registros de depósitos de dinheiro feito pelo grupo criminoso.

Os investigadores suspeitam de que a organização criminosa teria comprado um terreno que pertencia ao ex-jogador em Alphaville, na cidade de Barueri, em São Paulo. Mas os supostos valores não foram citados. As informações foram reveladas pela revista Veja.

Os repasses estavam listados em um celular apreendido com Décio Gouveia Luiz, o Décio Português, no dia 14 de agosto. Décio Português se transformou em uma das principais lideranças do PCC. Ele foi transferido para a Penitenciária de Presidente Wenceslau II no dia 28 de agosto.

Procurado, Cafu negou ter cometido qualquer irregularidade. “Não procede [essa história de] venda de imóvel, casa ou terreno. Nada disso procede, até porque eu não tenho nem terreno em Alphaville”, afirmou.

 

Fonte:Oimparcial

Mostre mais