EsporteNotícias

Santos domina Palmeiras, ultrapassa rival e assume vice-liderança do Brasileirão

  • Peixe leva o clássico

    Santos dominou o Palmeiras logo no início, venceu por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, e ultrapassou o rival na tabela do Campeonato Brasileiro, assumindo a vice-liderança. Com gols de Gustavo Henrique e Marinho, o Peixe não devolveu a goleada por 4 a 0 sofrida no primeiro turno, mas deu resposta importante num jogo grande e mostrou que continua sonhando com a taça – o líder Flamengo está a cinco pontos de distância e joga nesta quinta-feira contra o Atlético-MG, no Maracanã. A supremacia do Santos aumentou após a polêmica expulsão de Willian, no segundo tempo. Teve até grito de “olé” da torcida.

    O resultado leva o Santos aos 47 pontos, mesmo número do Palmeiras, mas com vantagem no número de vitórias (14 a 13), primeiro critério de desempate no campeonato.

    Melhores momentos de Santos 2 x 0 Palmeiras pela 24º rodada do Brasileirão 2019
    Melhores momentos de Santos 2 x 0 Palmeiras pela 24º rodada do Brasileirão 2019

     

  • Craque do Jogo

    Autor do segundo gol do Santos, Marinho foi eleito o melhor jogador da partida pelos internautas do GloboEsporte.com e os comentaristas Caio Ribeiro e Muricy Ramalho.

    Craque do Jogo, Marinho vê Santos forte na briga pelo título: "Parabéns a todos"
    Craque do Jogo, Marinho vê Santos forte na briga pelo título: “Parabéns a todos”

  • Como o Santos venceu

    O Santos entrou em campo para resolver a partida. Intenso como em seus melhores momentos na temporada, o time de Sampaoli bombardeou o gol de Jailson logo no início do jogo. Marcou dois gols antes dos 20 minutos do primeiro tempo, com Gustavo Henrique e Marinho. Depois disso, controlou a partida sem se expor, criou uma ou outra chance para ampliar, mas sem correr riscos.

    Gustavo Henrique comemora primeiro gol do Santos
    Gustavo Henrique comemora primeiro gol do Santos (Foto: Renato Pizzutto/BP Filmes)

     

  • Por que o Palmeiras perdeu?

    Com falhas defensivas em sequência logo no início do jogo, o Palmeiras foi superado até com certa facilidade pelo Santos e voltou a falhar em um confronto direto pelas primeiras colocações do Campeonato Brasileiro. A movimentação constante do time alvinegro fez o Verdão correr atrás na marcação na maior parte do jogo. O ataque, com direito a chance para Carlos Eduardo na vaga do machucado Luiz Adriano, não levou perigo ao gol santista. Foi a primeira derrota da era Mano Menezes no Verdão.

    Mano Menezes sofreu primeira derrota no Palmeiras
    Mano Menezes sofreu primeira derrota no Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)

  • Central do Apito

    Com ajuda do VAR, o árbitro Flavio Rodrigues de Souza expulsou o atacante Willian, do Palmeiras, aos 27 do segundo tempo, após entrada em Diego Pituca. Paulo César de Oliveira, comentarista do Grupo Globo, afirmou que houve exagero na aplicação do cartão vermelho: “Ele (Willian) vai buscar a bola, com força excessiva, mas não foi uma atitude agressiva. Não conseguiu recolher a perna, mas não teve intensidade para cartão vermelho. Eu teria mostrado o amarelo”.

    Expulso! Árbitro revisa entrada no VAR e dá vermelho para Willian por falta em Pituca aos 25 do 2º tempo
    Expulso! Árbitro revisa entrada no VAR e dá vermelho para Willian por falta em Pituca aos 25 do 2º tempo

     

  • Primeiro tempo

    Jogando na Vila, o Santos começou a partida em ritmo acelerado e sufocou o Palmeiras nos primeiros 20 minutos – com um meio-campo sem um marcador nato, o Peixe contou com avanços de Diego Pituca, Sánchez e Jean Mota para ajudar o trio de atacantes. Depois de criar e levar perigo por baixo, o Santos abriu o placar pelo alto: cobrança de falta de Carlos Sánchez e cabeceio livre de Gustavo Henrique, aos 12 minutos. Pouco depois, aos 17, a blitz santista continuou com um gol de Marinho, em posição legal, aproveitando rebote de Jailson.

    Aos 20 minutos, o time de Jorge Sampaoli já tinha impressionantes oito finalizações. Só do meio para o fim da primeira etapa é que o Palmeiras reagiu, levou algum perigo em chutes de Gustavo Scarpa e Dudu, mas não o suficiente para diminuir o placar.

    Gol do Santos! Sánchez levanta na área, e Gustavo Henrique cabeceia para marcar aos 12 do 1 tempo
    Gol do Santos! Sánchez levanta na área, e Gustavo Henrique cabeceia para marcar aos 12 do 1 tempo

  • Segundo tempo

    Mais tranquilo em campo, o Santos procurou ter a bola nos pés para evitar qualquer reação do Palmeiras, que tentou algo com a entrada de Zé Rafael na vaga de Gustavo Scarpa, sem muito sucesso. O Peixe teve o controle do jogo e enervou o rival, que levou cartões com Felipe Melo e Carlos Eduardo após entradas temerárias – com ajuda do VAR, Willian acabou expulso. No fim, os gritos de “olé” da torcida na Vila Belmiro deram o tom da vitória santista.

    Marinho ginga para cima de Diogo Barbosa e chuta por cima da meta aos 13 do 2º tempo
    Marinho ginga para cima de Diogo Barbosa e chuta por cima da meta aos 13 do 2º tempo

  • Felipe Melo provoca (de novo)

    Assim como em 2017, após uma vitória, o volante do Palmeiras, desta vez após uma derrota, voltou a alfinetar a torcida do Santos ao dizer que ela “não lota estádio nem em clássico”. Antes, no intervalo, fez gestos obscenos ao ser xingado por torcedores.

  • Público e renda

    Público: 11.408 (total).

    Renda: R$ 592.000,00.

  • Próximos jogos

    O Palmeiras volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Botafogo, às 21h (de Brasília), no Pacaembu – a arena vai receber um show no mesmo dia. O Santos visita o Internacional no domingo, às 16h, no Beira-Rio. Os dois jogos são válidos pela 25ª rodada do Brasileirão.

     

Fonte:Globoesporte

Mostre mais