NotíciasPolítica

Cidadania pede para Congresso analisar veto de Bolsonaro que prejudica investigação de casos de violência contra a mulher

A bancada do Cidadania na Câmara dos Deputados anunciou nesta terça-feira (15) que defenderá a convocação de uma sessão do Congresso Nacional para apreciar veto do presidente Jair Bolsonaro que derrubou a obrigatoriedade de a rede de saúde pública e privada de comunicar, em 24 horas, à polícia casos em que houver indício ou confirmação de violência contra mulher.

A “canetada” de Bolsonaro a uma proposta aprovada recentemente pelo Senado e Câmara repercutiu negativamente na sociedade. Se o Palácio do Planalto não tivesse derrubado o projeto de Lei 2538/2019 as investigações de suspeitas de violência contra mulheres ganhariam celeridade.

O líder do Cidadania na Câmara, deputado federal Daniel Coelho (PE), enviará, nas próximas horas, um ofício ao presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), para que ele convoque uma sessão para votar o veto presidencial.

“É incompreensível ver o Executivo derrubar uma medida legislativa que teria uma função essencial visando a coibição da violência contra as mulheres neste país. Como o Congresso tem a última palavra nesta questão, torna-se urgente a restauração daquilo que foi aprovado aqui. Nesse sentido, o Cidadania solicitará ao presidente do Legislativo Federal que reúna as duas Casas para apreciar esta pauta. E vamos agir no sentido de derrubar o veto presidencial”, justificou Daniel Coelho.

 

 

Fonte:Cidadania23

Mostre mais