NotíciasPolícia

Motorista que matou cinco em acidente no Jaracaty é interrogado em São Luís

Além de Victor Yan de Barros, outra testemunha e os dois policiais que atenderam a ocorrência também devem ser ouvidos. Cinco pessoas morreram por conta do acidente.

O motorista Victor Yan Barros de Araújo, de 25 anos, acusado de provocar o acidente de trânsito que matou cinco pessoas em setembro deste ano no bairro Jaracaty em São Luís, foi interrogado nesta terça-feira (26) no Fórum de Justiça da capital, durante a segunda audiência de instrução sobre o caso.

Além do motorista, foram ouvidos uma pessoa que ocupava o veículo que ele dirigia e os dois policiais militares que atenderam a ocorrência minutos após o acidente. Em depoimento na delegacia, os dois PMs afirmaram que Victor Yan não quis fazer o teste do bafômetro, mas estava com sinais de embriaguez e dirigia em alta velocidade.

Victor Yan está preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas e responde por homicídio doloso, quando há intenção de matar. De acordo com a denúncia do Ministério Público do Maranhão (MPMA) os indícios apontam que ele estava bêbado e dirigia em alta velocidade.

Durante a primeira audiência realizada na semana passada, foram ouvidas oito testemunhas dentre elas, Samir Tavares Cassas de Lima, que estava junto com Victor Yan no veículo. Ele foi acusado de prestar falso testemunho e o advogado que auxiliava o MPMA havia pedido a prisão dele.

Nesta terça-feira (26) foram divulgadas as imagens do acidente que foi registrado às 1h16 do dia 8 de setembro. Uma das câmeras de monitoramento instaladas na Avenida Carlos Cunha, flagra rapidamente o momento em que o carro que estava sendo guidado por Victor Yan passa em alta velocidade pelo retorno.

Em seguida, é possível ver o veículo batendo na quina do canteiro central. De acordo com testemunhas, após a colisão, o carro saiu desgovernado para o outro lado da avenida e caiu em uma rua do bairro Jaracaty, onde estava sendo realizada uma festa de aniversário. Cinco pessoas morreram por conta do acidente.

Câmeras de segurança flagram o momento em que o veículo dirigido por Victor Yan passa em alta velocidade na Avenida Carlos Cunha, no bairro Jaracaty. — Foto: Reprodução/TV Mirante
Câmeras de segurança flagram o momento em que o veículo dirigido por Victor Yan passa em alta velocidade na Avenida Carlos Cunha, no bairro Jaracaty. — Foto: Reprodução/TV Mirante

Protestos

Familiares das vítimas do acidente estiveram presentes durante a audiência. Ainda muito abalados com a tragédia, eles realizaram uma manifestação cobrando justiça para o caso. De acordo com Marcos Durans, pai de um dos mortos, nem o tempo pode consolar a dor que ele sente pela perda do filho.

“Meu filho está fazendo muita falta, não é o tempo que vai me consolar e fazer eu aceitar essa situação. Nós vamos lutar até o fim enquanto a gente não ver esse rapaz pagando, ele tem que sofrer um período preso para que ele possa refletir pela loucura que ele fez, a bebedeira e a irresponsabilidade”, disse.

Familiares das vítimas do acidente no Jaracaty fazem protesto em frente ao Fórum de Justiça da capital. — Foto: Reprodução/TV Mirante
Familiares das vítimas do acidente no Jaracaty fazem protesto em frente ao Fórum de Justiça da capital. — Foto: Reprodução/TV Mirante

Prefeitura instala barreiras

Nesta semana, a Prefeitura de São Luís começou a instalar barras de ferro na lateral da Avenida Carlos Cunha, local onde foi registrado o acidente. O medida estava sendo reivindicada há anos pelos moradores do bairro Jaracaty, que estavam preocupados com a ocorrência de acidentes no local.

“Agora fica mais difícil do carro cair como caiu lá embaixo. O dele porque vinha em alta velocidade”, disse a aposentada Raimunda Pinheiro.

Prefeitura começa a instalar barreiras na lateral da Avenida Carlos Cunha, em São Luís (MA) — Foto: Reprodução/TV Mirante
Prefeitura começa a instalar barreiras na lateral da Avenida Carlos Cunha, em São Luís (MA) — Foto: Reprodução/TV Mirante

Relembre o caso

Em 8 de setembro, o carro que era guiado por Victor Yan Barros de Araújo se envolveu em um acidente na Avenida Carlos Cunha no bairro Jaracaty, em São Luís. De acordo com a polícia, o veículo colidiu após ele ter perdido o controle e capotado em uma área residencial do bairro.

Testemunhas contestaram a versão e afirmam que Victor dirigia em alta velocidade. Cinco pessoas morreram por conta do acidente. Dentre os mortos, duas estavam no carro que era guiado por Victor Yan. As outras três vítimas estavam em uma festa de aniversário que estava sendo realizada na área residencial do bairro Jaracaty. Veja que são as vítimas:

  • Carla Correa Diniz, agente penitenciária que deixou dois filhos
  • Thiana Alves Correa, prima de Carla
  • Henrique Martins Durans Neto, morador do Jaracaty
  • Maurício Andrey Soares, que estava no banco do carona do veículo envolvido no acidente
  • Ana Lourdes, passageira do veículo envolvido no acidente
Cinco pessoas morreram por conta do acidente na Avenida Carlos Cunha no bairro Jaracaty, em São Luís (MA) — Foto: Reprodução/TV Mirante/Rafael Cardoso/G1 MA
Cinco pessoas morreram por conta do acidente na Avenida Carlos Cunha no bairro Jaracaty, em São Luís (MA) — Foto: Reprodução/TV Mirante/Rafael Cardoso/G1 MA

Dois dias após o acidente, moradores do Jaracaty realizaram um protesto para reivindicar melhorias na área que aconteceu o acidente. A manifestação parou o trânsito nas principais avenidas de São Luís. Em seguida, foi realizada uma reunião da população com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) onde ficou acertada a construção de uma mureta para a proteção do lado direito da Avenida Carlos Cunha e a colocação de agentes de trânsito na região.

Moradores interditaram Avenida Carlos Cunha com pneus e galhos de árvore.  — Foto: Reprodução/ TV Mirante
Moradores interditaram Avenida Carlos Cunha com pneus e galhos de árvore. — Foto: Reprodução/ TV Mirante

 Fonte:MA10
Mostre mais