NotíciasPolítica

Bolsonaro revolta governadores por culpá-los pelo preço alto dos combustíveis

Governadores estaduais ficaram revoltados com as declarações de Jair Bolsonaro atribuindo a eles o preço alto dos combustíveis devido à cobrança do ICMS. Dos 27 governadores, 23 assinaram nota conjunta sugerindo que, em vez do ICMS, Bolsonaro cortasse tributos federais que incidem sobre os combustíveis

247 – Os governadores estaduais consideraram um ataque institucional as declarações de Bolsonaro culpando-os pelo preço dos combustíveis.

A coluna Painel da Folha de S.Paulo informa que o governador de São Pualo, João Doria, começou em um grupo de Watsapp a mobilização de governadores.

Os governadores do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), e do Pará, Hélder Barbalho (MDB), acompanharam a posição do governador paulista.

Hélder e Dória disseram que o ato de Bolsonaro foi  irresponsável. O governador do Rio disse que assinaria qualquer tipo de nota contra as afirmações do chefe do Poder Executivo nacional.

Dos 27 governadores, 23 assinaram a nota conjunta nesta segunda (3) sugerindo que, em vez do ICMS, Bolsonaro cortasse tributos federais que incidem sobre os combustíveis.

Mostre mais

Artigos relacionados