NotíciasPolícia

Policial militar é preso comprando droga em bairro de luxo de São Luís

Além do soldado da polícia, um recém-aprovado no concurso da PM foi preso em uma casa de alto padrão no bairro do Olho d'Água.

A Polícia Civil realizou uma operação nesta quinta-feira (12) e prendeu três pessoas durante venda de drogas em uma residência de alto padrão no bairro do Olho d’Água, em São Luís.

“Verificamos o momento em que um usuário adquiria o entorpecente”, afirmou o delegado da Senarc, Albert Fontes, em entrevista à Rádio Mirante AM.

Casa onde a polícia encontrou venda de drogas no Olho d'Água, em São Luís — Foto: Alessandra Rodrigues/Radio Mirante AM
Casa onde a polícia encontrou venda de drogas no Olho d’Água, em São Luís — Foto: Alessandra Rodrigues/Radio Mirante AM

Dentro da casa, a polícia encontrou 138 comprimidos de êxtase, 50 selos de LSD e grande quantidade de maconha do tipo ‘skank’, que é mais cara. Havia até mesmo uma estufa utilizada para a plantação da maconha, além de uma pistola calibre 180.

Dentre os presos que compravam drogas está um soldado da Polícia Militar que entrou recentemente na corporação. Além dele, também foi preso um homem aprovado no concurso da PM e que está aguardando a nomeação. Contra eles, a Polícia Civil lavrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), que é um registro de fato considerado de menor potencial ofensivo.

Um terceiro preso era o distribuidor e comparsa do dono das drogas, segundo a polícia. Ele foi autuado por tráfico de drogas. Uma quarta pessoa, que era o proprietário das drogas, conseguiu fugir e está sendo procurado.

O nome de cada preso não foi divulgado pela polícia. O G1 questionou a Secretaria de Segurança Pública, mas não houve retorno sobre quais medidas serão tomadas contra o policial preso.

Droga encontrada na residência do bairro Olho d'Água, em São Luís — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Droga encontrada na residência do bairro Olho d’Água, em São Luís — Foto: Divulgação/Polícia Civil

 

Fonte:G1MA

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar