MaranhãoNotícias

Saiba quais instituições de ensino suspenderam as aulas no Maranhão

As instituições estão anunciando a suspensão de aulas para prevenir que a pandemia de coronavírus se alastre pelo estado

Em meio a ameaça de surto de coronavírus no Maranhão, instituições de ensino públicas e privadas estão anunciando a suspensão de aulas para prevenir que a pandemia se alastre pelo estado.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), assinou um decreto na manhã desta segunda-feira (16), com medidas de prevenção ao Covid-19, como a suspensão de eventos onde haja aglomeração de pessoas. Além disso, através de seu Twitter, o governador informou que as aulas das instituições de ensino estão suspensas por 15 dias. Após esse período, pode ou não retornar as aulas.

Instituições de ensino superior:

UEMA/UEMASUL/IEMA

A suspensão de aulas anunciada por Flávio Dino se estende à Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), à UEMASUL e ao Instituto Estadual do Maranhão (IEMA). As aulas nessas instituições estarão suspensas a partir desta terça-feira (17).

UFMA

O reitor Natalino Salgado, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), anunciou em coletiva que a partir desta terça-feira (17), as aulas estarão suspensas pelos próximos 30 dias em decorrência do coronavírus. Setores administrativos devem continuar funcionando com o horário reduzido: das 8h às 14h ou das 14h às 20h. Outra decisão é o afastamento dos servidores com mais de 60 anos, que são os mais vulneráveis a doença.

“Qualquer nova orientação será prestada por meio dos canais oficiais da UFMA: site, Rádio Universidade, TV UFMA e redes sociais.”

A Reitoria

UNDB

A UNDB informou que a partir desta terça-feira (17) ), não haverá aula presencial e estão suspensos todos os eventos programados, atendimentos na Clínica de Odontologia e Psicologia (com exceção dos atendimentos de emergência) e as atividades do NPJ, Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF), Escritório Escola de Gestão e estágios supervisionados na área da saúde. As equipes acadêmica e administrativa continuarão dando todo o suporte aos alunos através das plataformas digitais da instituição.

“Comprometido em estabelecer ações de proteção diante da proliferação do COVID-19 no país e na impossibilidade de monitorar os diversos casos de alunos e familiares que realizaram viagens nacionais e internacionais nos últimos dias, o Grupo Dom Bosco decidiu, temporariamente, pela suspensão das atividades. Embora não haja, até o momento, confirmação de casos em São Luís, o Ministério da Saúde recomenda que sejam evitados contatos sociais. Assim, para tranquilidade e segurança de todos, revisamos nossa matriz de conduta, ampliando os cuidados preventivos.”

Diretoria da UNDB

Ceuma

A Universidade Ceuma informou que as aulas serão suspensas do dia 17 até o dia 31 de março.

Conforme o decreto n. 35662, publicado em 16/03/2020, do Governo do Maranhão, e seguindo orientações da SINEPE/MA, a Universicade Ceuma suspenderá todas as atividades acadêmicas presenciais no período de 17 a 31 de março de 2020.

Direção da Universidade Ceuma

Pitágoras

A faculdade Pitágoras comunicou que as aulas estão suspensas até o dia 23 de março.

Como medida preventiva, informamos que as atividades acadêmicas presenciais estão suspensas até o dia 23/03, mas manteremos as atividades administrativas para que você possa resolver eventuais pendências. […] Manteremos vocês atualizados se houver qualquer mudança ou alteração das determinações.

Direção da faculdade Pitágoras

EDUFOR

A faculdade anunciou a suspensão das aulas por um período de 15 dias, a contar desta segunda (16).

“A Faculdade EDUFOR vem acompanhando com atenção e responsabilidade as informações a respeito da transmissão do novo coronavírus (Covid-19). A nossa instituição tem seguido as orientações e leva em consideração os posicionamentoas dos órgãos oficiais de saúde (Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde e Secretaria de Estado do Maranhão). Considerando as novas recomendações referente à pandemia, tornamos público em ato de prevenção a suspensão das aulas pelo período de 15 dias a contar de hoje (16/03/2020).

Direção da Faculdade EDUFOR

Facimp|Wyden

Todas as aulas presenciais estão suspensas a partir de terça-feira (17). O atendimento administrativo seguirá funcionando normalmente.

“Reforçamos o compromisso com nossa comunidade acadêmica, e por esse motivo, não haverá prejuízos ao calendário letivo. Informamos que seguimos todas as recomendações dos órgãos governamentais e temos o compromisso com a segurança e bem-estar da nossa comunidade acadêmica. Importante:Os serviços de atendimento à comunidade feitos através do NIS e do NPJ também serão suspenso; Os estágios fora do campus estão mantidos. Os alunos deverão seguir as orientações das respectivas organizações concedentes do estágio. Continuaremos monitorando a situação e manteremos todos informados.”

Direção da Facimp|Wyden

Escolas

Colégio Dom Bosco

Assim como na UNDB, no colégio Dom Bosco as aulas também estão suspensas. De 17 a 20 de março (terça a sexta-feira), não haverá aula.

São Vicente de Paulo

A escola São Vicente de Paulo anunciou a suspensão total das aulas a partir do dia 23 de março, com retorno a ser confirmado pelas autoridades competentes.

H1N1

Algumas instituições, como o Colégio Educar, Colégio Educallis, Colégio UPAON e Escola Pinguinho de Gente tiveram casos confirmados de alunos diagnosticados com gripe H1N1. As escolas anunciaram aos pais as medidas de proteção que estão sendo tomadas e orientaram quanto aos cuidados que devem ser tomados em casa. As aulas nesses colégios seguem normalmente, até então, mas as escolas solicitam que os alunos que apresentarem sintomas de gripe permaneçam em casa.

Na escola D. Pedro II, onde também foi identificado caso de aluno com H1N1, as aulas no Prédio da Educação Infantil e 1º ano fudamental foram suspensas nos dias 16 e 17 de março para que fosse realizada a higienização do local.

 

 

Fonte:Oimparcial

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar