MaranhãoNotícias

“Uma boa economia protege, em primeiro lugar, a vida de todos”, diz governador Flávio Dino

O governador Flávio Dino defendeu a proteção à vida e o bom funcionamento da economia. Ele apontou caminhos como: a prática da justiça social, os investimentos em obras públicas e a utilização dos fundos disponíveis dos bancos públicos, para salvar vidas e proteger a economia brasileira.
“É possível e necessário salvar vidas e proteger a economia brasileira. A vida em primeiro lugar”, afirmou o governador. Ele disse que é preciso, como ponto de partida, praticar a justiça social e citou o artigo 148 da Constituição, que trata da criação do empréstimo compulsório para que os bancos privados financiem um fundo que apoie ações sociais especialmente destinadas a trabalhadores autônomos e informais.

Em segundo lugar, o governador tratou sobre a importância de distribuir intensamente cestas básicas e constituir um programa de renda mínima para quem está sofrendo os efeitos da crise econômica, existente antes mesmo da crise sanitária do coronavírus.

Ele falou ainda sobre a necessidade do Governo Federal liderar o processo de investimentos maciços em obras públicas para que, com isso, a economia possa dar os primeiros passos agora e no futuro. Por último, o governador Flávio Dino falou sobre a proteção às micro e pequenas empresas, mediante a destinação dos fundos disponíveis dos bancos públicos, especialmente o BNDES.

“Esse é o caminho do bom senso, da ponderação, do equilíbrio. É disso que o Brasil precisa nesse momento: verdade, transparência e bom senso”, concluiu o governador do Maranhão.

Mostre mais

Artigos relacionados