O cantor Francisco de Paula Moura,  45 anos  conhecido como “Paulinho Paixão”, morreu na madrugada desta sexta-feira,(3) em um acidente de trânsito cidade de São Miguel da Baixa Grande, (PI), a 159 km da capital Teresina. O cantor bastante conhecido em várias cidades do Maranhão teria sofrido dois acidentes. O primeiro foi registrado por volta das 22 hs de quinta-feira,  (2) na rodovia BR-316 no município de Passagem Franca do Piauí. Ele dirigia um veiculo Corola e acabou perdendo o controle do carro e capotou na estrada. O cantor foi socorrido e levado para o hospital de São  Miguel da Baixa Grande sua cidade natal. Como o cantor não sofreu ferimentos graves os médicos o liberaram. O cantor foi para a casa dos familiares e teria decido pegar uma moto para voltar ao local do acidente.

QUEDA E MORTE

Os irmãos de “Paulinho Paixão ” o aconselharam a não sair e resolveram deixá-lo em casa e saíram para ir resgatar o veículo.  No entanto assim que os irmãos saíram o cantor pegou a moto e foi para o local do acidente. Segundo o relato da família os irmãos encontraram “Paulinho Paixão”, caído na rodovia PI-225, próximo ao povoado Riacho Dantes, com fraturas e ferimentos graves. O cantor foi socorrido e levado para o hospital da cidade de Valença, (PI), onde não resistiu aos ferimentos e morreu nessa madrugada.SUCESSO E CONFUSÕES

” Paulinho Paixão ” em pouco mais de 15 anos de carreira, chegou a compor cerca de 2 mil músicas.  Muitas  delas cantadas até hoje no país nas vozes de Gustavo Lima, Wesley Safanão,  Simone e Simaria , Xand Aviões,  Luan Santana e Léo Magalhães.  Apesar disso teve problemas na carreira quando foi acusado de ter abusado de uma adolescente no Piauí e em agosto de 2019 ele foi preso na cidade de Bacabal, (MA) acusado de agredir a esposa Wilma Alves da Silva, conhecida como “Tayanne Costa”. Este ano a justiça aceitou a denúncia de crime de violência doméstica apresentada contra ele pelo Ministério Público. O sepultamento do cantor deve ocorrer nesta sábado na cidade de São Miguel da Baixa Grande.
FONTE: G1/GLOBO